Sri Vraja Mandala Parikrama 2014

Hare Krsna
28 de outubro de 2014
Sri Vraja Mandala Parikrama 2014
30 de outubro de 2014

Sri Vraja Mandala Parikrama 2014

No Vraja- mandala Parikrama 2014, foram visitados belos locais em Kamyavana. A seguir, apresentamos textos de Srila Narayana Gosvami Maharaja sobre esses lugares onde foram realizados doces passatempos de Krsna com seus sakhas e sakhis, extraídos do livro Vraja-mandala Parikrama, e fotos tiradas por Gaudiya Vedanta Publications.

Carana- Pahadi

Pegadas de Krsna e Balarama em Carana-Pahadi

Pegadas de Krsna e Balarama em Carana-Pahadi

Após Sri Krsna ter entrado na caverna conhecida como Luk-luka Kandara, Ele apareceu no topo da colina na qual a caverna se encontra e tocou Sua flauta muito docemente! O som da flauta interrompeu a meditação das sakhis. Elas estavam ávidas para ver Seu amado tocando Sua flauta na colina, e ansiosamente correram para encontrá- lo. O som da flauta de alguma forma derreteu a colina, e as pegadas de Sri Krsna se manifestaram lá. Ainda hoje, pode-se ver essas pegadas muito claramente. As pedras próximas à colina onde seus queridos amigos, os sakhas, brincavam, e onde as belas vacas pastavam, também derreteram, deixando impressões de seus pés e patas, que são ainda claramente visíveis hoje, mesmo após 5.000 anos!

Caverna de Vyomasura

Próximo ao “local escorrega”, no meio da colina, está a caverna de Vyomasura. Krsna matou Vyomasura aqui. Esta caverna também é referida como a caverna de Medhavi Muni, porque Medhavi Muni adorou Krsna aqui.

Local onde Krsna brincava de escorregar com os sakhas.

Local onde Krsna brincava de escorregar com os sakhas.

A pegada de Sri Baladeva Prabhu fica próxima, no pé da colina. Quando Sri Krsna estava matando Vyomasura, a terra começou a tremer. Baladeva pressionou a terra com Seu pé e então ela estabilizou. Sua pegada pode ser vista ainda hoje.

Certa vez, Krsna veio a esse lugar enquanto pastoreava Suas vacas. A floresta estava cheia de grama verde, que as vaquinhas pastavam com felicidade! Sem qualquer preocupação, Sri Krsna e os sakhas começaram a jogar um jogo de “polícia e ladrão”. Muitos dos sakhas fingiam ser ovelhas, outros os guardiões. Outros, assumiam o papel de ladrões e roubavam as ovelhas. Krsna era o juiz. Os proprietários das ovelhas foram ao juiz e entraram com uma ação contra os ladrões. Sri Krsna chamou ambas as partes diante Dele, e considerou o caso. Todos os vaqueirinhos foram absolvidos na brincadeira!

Intencionando matar Krsna, Vyomasura, um dos espiões de Kamsa, entrou no grupo disfarçado de um sakha e se tornou um dos ladrões. Ele roubou todos os sakhas que fingiam ser as ovelhas, e os escondeu nesta caverna! Sri Krsna procurava ao redor e se questionava: “Onde foram todos os nossos sakhas? Reconhecendo Vyomasura como um demônio disfarçado, Ele compreendeu que este era seu trabalho. Ele portanto o capturou e o matou. Krsna e os sakhas que brincavam de ser os proprietários de ovelhas liberaram os outros sakhas da caverna na colina. Esse passatempo foi descrito no décimo canto do Srimad Bhagavatam.

Bhojana-Thali

Bhojana-Thali

Bhojana-thali

A certa distância da caverna de Vyomasura está Bhojana-thali, e próximo a Bhojana-thali fica Ksirasagara, ou Krsna-kunda. Após matar Vyomasura, Sri Krsna banhou-se neste kunda e se alimentou aqui com os gopas e sakhas. As marcas de pratos (thala) e de copos são ainda visíveis na colina onde eles comeram (bhojana kiya). O local onde Sri Krsna estava sentado está perto também. Após comer, Krsna brincou com os sakhas em uma colina próxima, onde eles usaram uma pedra como instrumento musical. Esse local pode ser encontrado ainda hoje.  Atualmente, vários sons doces podem ainda ser produzidos ao tocar nesta pedra, que é conhecida como bajani-sila.

Deidades da Sri Gaudiya sampradaya estão presentes aqui em Kamyavana, incluíndo Sri Govindaji, Sri Vrinda-devi, Sri Gopinatha e Sri Madana Mohana. Deidades de Sri Vallabha sampradaya também, incluíndo Sri Krsna Candrama, Navanita Priyaji e Sri Madana Mohana.

Jay Sri Vraja-mandala ki! Jay!

 

 

Srimati Vrinda-Devi

Srimati Vrinda-Devi