Syamananda Prabhu

Vasanti-Rasa
4 de abril de 2015
Calendário Vaisnava- Abril 2015
6 de abril de 2015

Syamananda Prabhu

Divino Aparecimento de Sri Syamananda Prabhu

Syamananda Prabhu

Syamananda Prabhu

“Certa manhã em Vrindavana, Dukhi Krisnadas estava andando solitário por um caminho com belas árvores. Sua testa estava adornada com uma tilaka gopicandan, ele estava com contas de tulasi em suas mãos e cantava as glórias de Sri Gauranga enquanto caminhava.
Repentinamente ele parou: uma belíssima tornozeleira de ouro estava perdida no meio do caminho. Krishnadas se inclinou e pegou o ornamento. Percebendo sua beleza estonteante, ele espontaneamente pressionou-a em sua testa e, em seguida, a abraçou em seu coração com as duas mãos. Ele ficou estupefato e lágrimas preencheram seus olhos.
Logo ele viu uma jovem donzela vindo em sua direção, aparentemente procurando por algo no chão. “Devi, você está procurando algo?”, perguntou Krisnadas educadamente em uma voz suave. A moça olhou assustada. Ela viu um belo homem jovem diante dela, e disse: “Sim, eu perdi algo que pertence a minha querida amiga e eu estou procurando por isso.”
“O que é?”, Perguntou Krisnadas.
“A tornozeleira de ouro que estava no pé esquerdo da minha amada amiga.” A donzela acrescentou: “Ontem à noite, enquanto dançava, a tornozeleira afrouxou, e por isso, quando voltava para casa, deve ter caído no caminho.”
Krisnadas estendeu o ornamento que ele mantinha em seu coração: “Por favor, veja se esta é a mesma tornozeleira que você está procurando”, disse. A moça estendeu a mão. Mesmo antes que ela pudesse dizer uma palavra, a tornozeleira caiu em sua mão por conta própria. “Isso é uma mágica? Ou uma miragem?” disse ele. Imediatamente, a menina desapareceu. Krishnadas desmaiou e caiu no chão.
Quando recuperou a consciência, Dukhi Krishnadas avistou Jiva Gosvami próximo a Ele, que lhe perguntado sobre o que havia acontecido. Krisnadas contou-lhe toda a história.
Jiva Gosvami, exclamou: ‘Que alma abençoada você é, Krisnadas! Você segurou em seu peito a tornozeleira de ouro que adorna os pés de lótus de Srimati Radharani, a deusa da dança rasa! Você também viu Sua querida amiga, Lalita. Tendo obtido sua tornozeleira de volta, Srimati Radharani ficou muitíssimo feliz e assim seu amado Syamsundara também! A partir de hoje, eu lhe darei o nome de Syamananda.’ Syamananda sentou-se.

“Veja,” Jiva Gosvami continuou: “quando você pressionou a tornozeleira em sua testa, uma marca de tilaka na forma de uma tornozeleira apareceu em sua testa. A partir de hoje, deixe permanecer esta tilaka em forma de tronozeleira , e ela será daqui em diante conhecida como ‘Tilaka Syamananda’.”
Jay Sri Syamananda Prabhu ki! Jay!!!