As Glórias do Mês de Sri Purusottama

Associação dos Devotos
13 de junho de 2015
Calendário Vaisnava- Junho 2015
17 de junho de 2015

As Glórias do Mês de Sri Purusottama

Dandavats Pranamas! Todas as glórias a Sri Sri Guru e Gauranga! Dia 17 de junho de 2015 é o início do Auspicioso Mês de Sri Purusottama, que é considerado o prórprio Sri Krsna! Apresentamos a seguir um artigo do nosso querido Srila Sacidananda Bhaktivinoda Thakura, a nos inspirar no dia de seu Divino Desaparecimento, trazendo importantes esclarecimentos sobre a soberania deste mês e a importância de seguirmos os votos prescritos ou Purusottama-vrata.

bhaktivinoda editado

 

Duas divisões de Sastra: Smarta e Paramartha

Os arya-sastras Védicos são divididos em duas partes: smarta (literatura baseada no smrti) e paramartha (literatura transcendental baseada no sruti). Aqueles que são elegíveis  (adhikari) para a sessão smarta não possuem nenhuma inclinação natural ou gosto para os paramartha-sastras. Os pensamentos, princípios, atividades e meta da vida de cada ser humano são constituídos de acordo com sua respectiva ruci (inclinação). Geralmente, os smartas aceitam aquelas escrituras que estão de acordo com a ruci relacionada. Tendo maior adhikara (tendência) pelos smarta-sastra, eles não demonstram muita consideração pelos paramartha-sastra. A providência é o agente por trás da criação destas duas divisões. Portanto, indubitavelmente, o mantenedor do mundo deve ter tido uma intenção secreta em tal plano.
No que diz respeito ao meu entendimento, o propósito é as jivas  fazerem sequencial progresso em seus níveis de consciência por permanecerem constantes em seus respectivos adhikaras. Ao desviarem-se de seu adhikara, há uma queda. De acordo com suas atividades, obtém-se dois tipos de adhikara: karma-adhikara e bhakti-adhikara. Desde de que mantenham seu karma-adhikara, colhem benefícios do caminho mostrado pela sessão smarta. Quando elas entram  em bhakti adhikara, por ultrapassar o karma – adhikara, desenvolvem ruci, uma inclinação natural para paramartha, ou caminho transcendental. Portanto, a providência divina dividiu os sastras em dois: smarta e paramartha.

 

As regras e regulamentos do Sastra Smarta são dedicados a karma

O sastra smarta é composto de vários tipos de regras e regulamentos, a fim de ajudar a alcançar nistha, firmeza, em karma-adhikara. Em muitos casos, ele até mesmo demonstra indiferença em relação paramartha sastra com o objetivo de fazer as pessoas terem uma nistha específica em tais regras e regulamentos. Na realidade, embora o sastra seja único, ele se manifesta de duas maneiras para as pessoas. Se a jiva abandona adhikara-nistha, ele nunca poderá conquistar auspiciosidade. Por esta razão, os sastras foram divididos em dois: smarta e paramartha.

Adhimasa (mês extra), também chamado de mala masa (mês impuro), é desprovido de todas as atividades auspiciosas

Ao dividir o ano em doze partes, os smarta-sastras atribuem atividades auspiciosas ou religiosas para estes doze meses. Todo o karma, ou atividades religiosas que fazem parte do sistema varnasrama, quando distribuído pelos doze meses, deixa o mês extra (adhimasa) desprovido de qualquer atividade. Não há nenhum cumprimento de atividades religiosas em adhimasa. A fim de manter os meses lunares e solares em vigor, um mês deve ser excluído a cada 32 meses. O nome desse mês é adhimasa (mês extra). *Os Smartas têm descartado este mês extra, considerando-o abominável. Ele recebeu o nome de mala masa (mês impuro), cora masa (mês ladrão), e assim por diante.

* É afirmado no Sri Surya Siddhanta que em um Mahayuga existem 1.593.336 meses extras e 51.840.000 meses solares. Portanto, há um mês extra após cada 32 meses, 16 dias e 4 horas do calendário solar.

Do ponto de vista do Paramartha-sastra, adhimasa é superior e vantajoso para Hari-bhajana

Por outro lado, o mais adorável Paramartha-sastra aclama adhimasa como o mês proeminente para as atividades transcendentais. Desde que a vida neste mundo é temporária, não é adequada para perder tempo inutilmente. É imperativo para a jiva permanecer continuamente praticando hari-bhajana, a cada momento. Assim, o adhimasa, que vem a cada três anos, é de grande utilidade para realizar bhajana. Este é realmente o profundo significado do Paramartha-sastra. Mesmo que os karmis considerem este mês como sendo desprovido de todas as atividades auspiciosas, por outro lado, para a liberação de todas as jivas, o Paramartha-sastra confirma ser este o período mais propício para hari-bhajana, e afirma:

“Eh Jiva! Durante este adhimasa porque você  permanece preguiçoso em hari-bhajana? O próprio Srimad Golokanatha (Krsna)  assegurou ser este mês  o melhor de todos, sendo superior até mesmo aos meses extremamente piedosos como Kartika, Magha e Vaisakha. Neste mês, você deve realizar arcana (adoração) para Sri Sri Radha-Krisna com regras especiais: seus humores para bhajana! Assim, você obterá todos os tipos de perfeição.”

 

 A História e as Glórias do adhimasa e como ele recebeu o nome Purusottama

As glórias do adhimasa são mencionados no trigésimo primeiro capítulo do Naradiya Purana. Adhimasa era considerado soberano entre os doze meses e viu que estava sendo negligenciado. Ele foi até Vaikuntha e relatou seu dilema a Sri Narayana. Por compaixão, Vaikuntha-pati (Narayana) levou Adhimasa diante de Sri Krisna em Goloka. Depois de ouvir sobre a angústia de malamasa (o mês impuro), o coração de Sri Krisna derreteu e Ele falou o seguinte:

aham etair yatha loke prathitah purusottamah
tathayam api lokesu prathitah purusottamah

asmai samarpitah sarve ye gunamayi samsthitah
mat-sadrsyam-upagamya masanamadhipo bhavet

jagat-pujyo jagat-vandyo maso ’yam tu bhavisyati
sarve masah sakamas ca niskamo ’yam maya krtah

akamah sarvakamo va yo ’dhimasam prapujayet
karmani bhasmasat krtva mam evaisyaty asamsayam

kadacin-mama bhaktanamaparadheti ganyate
purusottama-bhaktanam naparadhah kadacana

ya etasmin-maha mudha japa-danadi-varjitah
sat-karma-snana-rahita deva-tirtha-dvija-dvisah

jayante durbhaga dustah para-bhagyopajivanah
na kadacit sukham tesam svapne ’pi sasa-srngavat

yenahamarcito bhaktya mase ’smin purusottame
dhana-putra-sukham bhunktva pascad-goloka-vasabhak

“Eh Ramapati! Assim como eu sou celebrado neste mundo pelo nome Purusottama, da mesma forma, este Adhimasa também será conhecido no mundo inteiro pelo nome Purusottama. Agora, Eu ofereço todas as minhas qualidades a este mês! Tornando-se como Eu, a partir de hoje, este Adhimasa será o monarca de todos os outros meses, e o mais querido e adorável do mundo! Todos os outros meses são sakama, ou seja, eles vão conceder desejos mundanos. Este mês, no entanto, é niskama. Aqueles que adoram este mês, sem quaisquer desejos (akama), e até mesmo com todos os tipos de desejos, terão todos os seus karmas eliminados. Em seguida, eles me conquistarão. Meus bhaktas às vezes cometem ofensas, mas neste mês de Purusottama, eles serão protegidos de cometer qualquer ofensa. Neste adhimasa, aqueles grandes tolos que negligenciarem a realização de atividades auspiciosas, como: cantar japa, dar em caridade, visitar e banhar-se nos locais santos, e que têm inveja dos dvijas (brahmanas), serão considerados miseráveis, desafortunados e viverão a custa dos outros. Dessa forma, eles não conquistarão o aroma da felicidade, nem mesmo em seus sonhos. Por outro lado, aqueles que são preenchidos de bhakti, devoção amorosa, aproveitarão este mês de Purusottama para realizar arcana (adoração) para mim. Depois de desfrutar de felicidade mundana, tais como riqueza, filhos e assim por diante, eles acabarão por alcançar residência em Goloka.”

As Glórias do mês de Purusottama , no contexto da história de Draupadi

Muitos episódios dos Puranas são narrados no contexto das glórias do mês de Purusottama. Tal exemplo é o de Draupadi. Em sua vida anterior, ela era filha de Medha Rsi. Mesmo depois de ouvir de Durvasa Rsi sobre as glórias do mês de Purusottama, ela negligenciou a  observância deste mês. Como resultado, ela obteve muitos sofrimentos, e tornou-se a esposa de cinco maridos em seu nascimento como Draupadi. Durante o exílio, os Pandavas seguiram as instruções de Krsna para observar Purusottama-masa-vrata e assim foram capazes de atravessar todos os seus sofrimentos. Afirma-se:

evam sarvesu tirthesu bhramantah pandunandanah
purusottama-masadya-vratam cerur vidhanatah
tadante rajyam atulam avapur gata-kantakam
purne caturdase varse sri krsna-krpaya mune

“Eh Muni! Durante o período no  exílio, os Pandavas viajaram por todos os locais santos, e pela misericórdia de Sri Krisna observaram Sri Purusottama-vrata com todas as regras e regulamentos. Como resultado disto, eles completaram seus 14 anos de exílio sem quaisquer obstáculos e ao final alcançaram um reinado incomparável! “

A descrição do Rei Drdhadhanva sobre Purusottama Vrata, contada por Valmiki

Purusottama-masa é glorificado na descrição do nascimento anterior do Rei Drdhadhanva. No Badarikashrama, Narada ouviu o procedimento do vrata de Narayana Rsi, que Valmiki Muni então relatou ao rei Drdhadhanva em resposta às perguntas do rei. Assim como as regras de ahanika (gayatri mantras) para os brahmanas são verificadas nos dharma-sastras, da mesma forma, as atividades obrigatórias para se observar em Purusottama vrata também foram traçadas, iniciando na hora do brahma-muhurta (1hora e meia antes do sol nascer).

Regras para banhar-se no mês de Sri Purusottama

A respeito das regras para banhar-se durante o mês de Purusottama, é dito:

samudraga nadi-snanam uttamam parikirtitam
vadi-kupa-tadagesu madhyamam kathitam budhe
grhe snanam tu samanyam grhasthasya prakirtitam

“Existem três tipos de banhos como declarados pelos sábios. Banho nos rios que se encontram com o oceano é o melhor. Banho em lagos, lagoas e poços são os segundo melhores lugares, e banho em sua própria casa é algo comum”.

Para alguém que esteja observando o vrata de Sri Purusottama, após tomar banho deve-se observar o que segue:

sapavitrena hastena kuryad acamana-kriyam
acamya tilakam kuryad-gopi-candana-mrt-snaya
urddhvapundra mrjum saumyam dandakaram prakalpayet
sankha-cakradikam dharyam gopi-candana-mrtsnaya

“Após o banho, deve-se realizar acamana com as mãos limpas. Em seguida, passar pasta de barro de gopicandana fazendo uma simples, bela e reta tilaka urddhvapundra na testa, e as marcas da concha, disco e assim por diante em seu corpo”.

A Exclusiva adoração a Sri Sri Radha Krisna é obrigatória no mês de Purusottama

 A adoração a Sri Krsna é atividade obrigatória no mês de Purusottama.

purusottama-masasya daivatam purusottamah
tasmat sampujayet bhaktya sraddhaya purusottamam

Valmiki disse: “Eh Drdhadhanva! Purusottama Sri Krsna é a deidade que preside o mês de Purusottama. Por esta razão, estando preenchido com bhakti-sraddha, você deveria adorar Purusottama Sri Krsna com dezesseis tipos de parafernália todos os dias deste mês. Afirma-se:

sodasopacarais ca pujayet purusottam

“A adoração ao casal divino Sri Sri Radha-Krsna é de fato obrigatória no mês de Purusottama.”

 agaccha deva devesa sri krsna purusottama
radhaya sahitas catra grhana pujanam mama


Atividades proibidas no mês de Purusottama

Todas as regras e regulamentos relacionados a Sri Purusottama vrata, apresentadas acima pelos sastras, devem ser seguidas de forma sincera por pessoas devotadas de todos os varnas (castas). O Naradiya Purana conclui dizendo que no lugar sagrado de Naimisaranya, Sri Suta Gosvami falou para a assembléia de devotos, como segue:

bharate janurasadya purusottam-uttamam
na sevante na srnvanti grhasakta naradhamah
gatagatam bhajante `tra durbhaga janmajanmani
putra-mitra-kalatrapta-viyoga duhkha bhaginah
asmin mase dvija srestha nasacchastrany udaharet
na svapet para-sayayam nalapet vitaham kvacit
parapavadan na krayan na kathancit kadacana
parannanca na bhunjita na kunvita parakriyam

“Mesmo após terem nascido na India, aqueles que são os mais baixo dos humanos, permanecem apegados a  vida familiar e jamais ouvem as glórias de Sri Purusottama vrata e nem o observam. Tais pessoas desafortunadas experimentam o sofrimento de repetidos nascimentos e mortes e aflições causadas pela separação dos filhos, amigos, esposa e outros parentes.”

“Oh melhor dos dvijas! Neste mês de Purusottama, não se deve inutilmente discutir literatura ou poesia mundana. Não se deve dormir na cama de outros e nem tolerar discussões mundanas sobre gratificação dos sentidos. Não se deve criticar os outros, comer alimentos feito por outros, ou fazer atividades prescritas por outros.”

 

Atividades obrigatórias no mês de Purusottama

vittasathyam akurvano danam dadhyad dvijataye
vidyamane dhane sathyam kurvano nauravam vrajet

dine dine dvijendraya dattva bhojanam-uttamam
divasasyastame bhage vrati bhojanam acaret

indradyumnah satadyumnah satadyumno yauvanasvo bhagirathah
purusottamam aradhya yayur bhagavadantikam

tasmat sarva prayatnena samsevya purusottamah
sarva sadhanatah sresthah sarvartha phala-dayakah

govardhana-dharam vande gopalam gopa-rupinam
gokulotsavam-isanam govindam gopika-priyam *

kaundinyena pura proktam imam mantram punah punah
japan-masam nayed bhaktya purusottamam-apnuyat

dhyayen-navaghana-syamam dvibhujam muralidharam
lasat pita-patam ramyam sa-radham purusottamam

dhyayam dhyayam nayen-masam pujayan purusottamam
evam yah kurute svabhistham sarvam apnuyat

*(“Eu adoro aquele que levanta a Colina de Govardhana, Gopala, cuja  forma é de uma gopa. Ele é o ‘festival’ de Gokula (gokula-utsava), o supremo controlador de tudo (isvara), e Govinda, o amado das Gopis(gopika-priyam”).

“Abandonando a avareza, deve-se dar caridade aos brahmanas. Se uma pessoa permanece mesquinha apesar de ter riqueza, sua avareza  será a causa de sua ida para Raurava (um tipo de inferno). Todo dia deve-se alimentar os Vaisnavas e brahmanas com os melhores alimentos. Uma pessoa que está seguindo os votos deve comer seu alimento na oitava parte do dia. Indradyuyamna, Satadyuyamna, Yauvanasva e Bhagiratha alcançaram samipya, íntima associação de Bhagavan por adorarem o mês de Purusottama. Deve-se realizar serviço para Purusottama com todos os próprios esforços. Tal serviço a Purusottama é superior a todos os tipos de sadhana e satisfaz todas as variedades de desejos. Em uma era anterior, Kaundilya Muni repetidamente cantou o mantra ‘govardhana-dharam vande’. Ao cantar este mantra com devoção durante o mês de Purusottama, conquista-se o próprio Purusottama! Deve-se dedicar o mês de Purusottama para constantemente meditar sobre nava-ghana dvibhuja muralidhara pitambara Sri Krsna com Sri Radha. Aqueles que realizam isto com devoção, terão todos os seus desejos acalentados preenchidos.”

 

A observância para transcedentalistas – svanistha, paranistha e nirapeksa

Há três tipos de transcendentalistas: svanistha- aqueles que são firmes em seus votos pessoais; paranisthita- aqueles que são firmes em seguir os  votos prescritos por seus respectivos acaryas; e nirapeksa- aqueles que são indiferentes aos dois tipos de perseverança.* Todas as atividades mencionadas acima para o mês de Purusottama são prescritas para os svanistha transcedentalistas. Paranisthita bhaktas são elegíveis para observarem Purussottama vrata conforme as regras e instruções de Karttika- vrata prescritas pelos seus respectivos acaryas. Nirapeksa bhaktas respeitam este mês sagrado por diariamente honrar sri bhagavat prasada com uma atenção focada, seguindo alguma  rotina para sravana (ouvir) e kirtana (cantar) de Sri Harinama, de acordo com suas capacidade.

* Svanistha e paranisthita bhaktas são em geral, chefes de família e os nirapeksa bhaktas são renunciantes.

A seguinte declaração do Visnu Rahasya, que é a mais elevada instrução do Hari-bhakti-vilasa, recomenda:

indriyarthesv-asaktanam sadaiva vimala matih
paritosayate visnum nopavaso jitatmanah

“Aqueles cuja inteligência tenha sido purificada por bhakti, são desprendidos da inclinação por desfrute dos sentidos. A inteligência de tais pessoas é naturalmente pura. Portanto, eles são jitatma, eles conquistaram suas mentes. É através de sua bhakti natural, e não por upavasa (fazer jejum) e outras atividades semelhantes, que eles purificaram suas mentes e deste modo são capazes de satisfazer Sri Krsna em todos os momentos.”

Ruci (inclinação) inata e atividades obrigatórias de ekantika bhaktas

Portanto, Srila Sanatana Gosvami concluiu seu livro Sri Hari-bhakti-vilasa, apresentando as seguintes instruções para os devotos focados:

evam ekantinam prayah kirtanam smaranam prabhoh
kurvatam param-pritya krtyam-anyan na rocate
bhavena kenacit presthah sri murter-anghri sevane
syad icchyaisam svatantrena sva-rasanaiva tad-vidhih
vihitesv eva nityesu pravartante svayam hite
ityady ekantinam bhati mahatmyam likhitam hi tat

“Ekantika bhaktas (devotos focados exclusivamente em Sri Krisna) consideram apenas sri krsna-smarana e sri krsna-kirtana  as mais satisfatórias e valiosas atividades. Geralmente, eles não praticam nenhum dos outros angas de bhakti, além desses dois que cultivam com grande amor e afeto. Sua avidez por estes angas é tão forte que nenhuma outra atividade pode atraí-los.  Eles desenvolvem um intenso desejo de servir os pés de lótus de Sri Krsna em um humor específico. Portanto, eles prestam serviço aos pés de lótus de Sri Krsna com humores  favoráveis ​​à sua própria rasa, com alguma independência (abandonam as injunções que são desfavoráveis ​​para cultivo destes humores). Este é o vidhi deles por si só. Os ekantika bhaktas não são obrigados a seguir todas as regras e regulamentos que foram prescritos pelo rsis. Os humores inatos, a disposição natural deles, geralmente permanecem proeminentes. Esta é a  glória de tais bhaktas.”

Adhimasa é tão querido para os bhaktas, que não há nenhuma perturbação de karma-kanda neste mês.

Os bhaktas observam o mês de Sri Purusottma de acordo com seus respectivos adhikaras; isto é, de acordo com as distinções dos humores do svanistha, paranisthita e ekantika bhaktas. Bhagavan Vrajanatha Sri Krsna é o soberano deste mês! Portanto, adhimasa é querido por todos os bhaktas! Isso ocorre porque, incidentalmente, neste mês nenhuma perturbação de karma-kanda pode impedir o desempenho de bhakti!

Jay Srila Bhaktivinoda Thakura ki! Jay!!!
Jay Sri Purusottama-vrata ki! Jay!!!