Nidhuvana, templos de Radha-Ramana, Radha-Gopinatha e Radha Gokulananda

Vraja-Mandala Parikrama: 30.10.2015
30 de outubro de 2015
Madhuvana, Talavana e Kumudavana
1 de novembro de 2015

Nidhuvana, templos de Radha-Ramana, Radha-Gopinatha e Radha Gokulananda

Dandavat Pranamas! Dia 20 de outubro é o quinto dia do Sri Vraja-mandala Parikrama 2016! Hoje foram visitados locais muitos especiais: Nidhuvana, templos de Sri Radha Ramana, Sri Radha Gopinatha e Sri Radha Gokulananda. Nestes locais, Radha e Krsna, os Gosvamis e Suas deidades realizaram doces passatempos! Alguns deles serão descritos aqui, de harikathas proferidos por Srila Gurudeva Bhaktivedanta Narayana Gosvami Maharaja extraídos de Seu livro ‘Sri Vraja-Mandala Parikrama’,  junto a belas fotos com darsanas da peregrinação do dia de hoje!

 

Nidhuvana

Nidhuvana; Sri Vraja-Mandala 2016

A palavra nidhu significa sūrata-krida, “passatempos amorosos”. O Govinda-Lilamrta e outros tipos de literatura oferecem belas descrições dos passatempos amorosos de Radha e Krsna em Nidhuvana. Estes livros indicam que nos keli-kunjas de Nidhuvana, as brincadeiras dos passatempos amorosos da noite (nisa) ocorrem, de modo que os passatempos do sono (sayana-vilasa) do final da noite (nisanta) também ocorrem aqui. Vendo a madrugada se aproximar, Vrnda-devi fica alarmada e ordena que os papagaios machos e fêmeas, pavões, cucos, zangões e assim por diante, façam seu doce zumbido e outros sons para acordar Kisora e Kiśorī. Os raganuga bhaktas, e especialmente os eminentes rupanuga rasika bhaktas, saboreiam esta nisanta-lila em seus corações, enquanto cantam os santos nomes do Senhor Supremo. Srila Visvanatha Cakravarti Thakura oferece uma adorável descrição deste passatempo em sua Svapna-vilasa.

Certa  vez, no final da noite, enquanto o Divino Casal Sri Radha-Krsna estava dormindo em um keli-kunja de Nidhuvana, Sri Vrsabhanu-Nandini teve um sonho incrível. Ao despertar, ela acordou Seu Prana-vallabha e disse: “Amado, tive um sonho maravilhos. Neste sonho eu via um rio incomparável, assim como o Yamuna. Ao longo desse rio, havia uma margem extremamente encantadora, assim como às margens do Yamuna. Na beira deste rio, que se assemelhava a um bosque em Vṛndāvana, eu comntemplava um maravilhoso jovem de tez dourada, cantando e dançando de forma muito linda! Estando absorto em seu humor interno, Ele foi levado a dançar ao ritmo das mrdangas e kartalas. Este jovem dourado estava chorando e se lamentando: ‘Oh Krsna, Oh Krsna!’ E às vezes Ele clamava: ‘Oh Radha, Oh Radha, onde está você?’ Às vezes, Ele rolava no chão, e às vezes,  ficava inconsciente. Ele distribuía livremente estes sentimentos  às entidades vivas de todo o universo, desde a folha de grama até o Senhor Brahma.

“Meu querido, ao vê-lO, comecei a pensar: ‘Quem é esse jovem de compleição dourada? Não Sou eu a jovem dourada que está constantemente chorando e clamando: ‘Oh Krsna, Oh Krsna?’  E é esse jovem de pele dourada que está chamando: ‘Oh Radha, Oh Radha, onde está você?’ Não é você, e ninguém mais além de você, Sri Krsna, o mais amado da minha vida?”

Nidhuvana: Sri Vraja-Madala 2016

Nidhuvana: Sri Vraja-Madala 2016

Sri Krsna disse: “Oh minha amada, em diferentes épocas eu lhe dei o darsana de Narayana e algumas de minhas outras formas, ainda assim Você nunca se espantou. Quem é este jovem  de tez dourada que está desconcertando Sua mente, Eu não sei dizer.” Falando assim, Ele começou a sorrir!

Radhika respondeu: “Prana-vallabha, agora eu entendo que esta forma dourada não é ninguém além de você. Apenas você é capaz de me enlouquecer desta maneira.” Krsna, então, mostrou a Srimati Radhika Seu sonho em sua joia Kaustubha,  como se ela tivesse acabado de vê-lo. Radhika disse: “Em sua infância, o onisciente Garga Rsi, informou a Nanda Baba que, no início da era vindoura de Kali Yuga, seu filho apareceria como Gauranga de tez dourada. Uma previsão feita por Garga Rsi nunca pode ser falsa. Portanto, meu sonho deve ser verdade, e o jovem dourado que vi no sonho deve, de fato, ser você. “

Ouvindo isto, Sri Krsna disse: “Pranesvari, vou assumir sua pele dourada e os sentimentos íntimos de seu coração para aparecer na forma de Gauranga. Vou, portanto, saborear pessoalmente seus bhavas (emoções transcendentais) nectáreos. Ao mesmo tempo, pregarei raga-bhakti mārga através do cantar do santo nome de Hari. Na verdade, aparecerei na forma de Gauranga, o mais misericordioso, apenas para distribuir amor divino por Mim, o que raramente é conquistado. Você também aparecerá na Terra Comigo como Minha associada.” Sri Radha-Krsna, portanto, indicaram neste passatempo  o futuro aparecimento de Sri Gaura.

Em Nidhuvana, Radhika, decorada com uma veste majestosa , sentou-se em no trono real em um kunja.  Sri Krsna, vestido como um policial, protegia a entrada do kunja e a área interna dele. Este passatempo é chamado rāī-rāja-līlā. Os poetas da linha Gauḍīya têm dado maravilhosas explanações sobre este passatempo.

Sri Sri Radha-Ramana

Sri Sri Radha Ramana: Sri Vraja-Mandala 2016

Sri Sri Radha Ramana: Sri Vraja-Mandala 2016

Sri Radha Ramana é a deidade de Sri Gopala Bhatta Gosvami, o recipiente da misericórdia de Sriman Mahaprbhu. Sri Bhatta Gosvami inicialmente serviu e adorou uma salagrama-sila. Certa vez, ele desejou intensamente decorar sua salagrama, acomodá-la e balançá-la em um balanço, e servi-la de diferentes maneiras como uma deidade: “Se ela tivesse braços e pernas como uma deidade!”, ele pensou.

Prabhu é muito amável com Seus devotos. A fim de satisfazer o desejo do bhakta, Ele se transformou nesta mesma noite em uma atraente forma curvada em três partes, Sri Sri Radha Ramana! Sri Gopala Bhatta Gosvami  decorou-a com muitos ornamentos, balançou-a em um balanço e ofereceu preparações de alimentos com muita afeição! Se alguém tem o darsana das costas  de Sri Radha Ramana, verá que se parece a uma salagrama-sila. Embora a deidade tenha apenas doze dedos de largura, ela é extremamente atraente!  A face de lótus de Sri Radha Ramana é como a de Sri Govinda,  Seu peito é como o de Sri Gopinatha, Seus pés de lótus é como o de Sri Madana Mohana. Ao receber Seu darsana, recebe-se o benefício de ter o darsana das três deidades!

Sri Sri Radha-Gopinatha

Próximo ao famoso Vamsivata, às margens do rio Yamuna, Sri Paramananda Bhattacarya e Madhu Pandita costumavam adorar Sri Radha Krsna Yugala com extrema renúncia. Certa vez, a corrente do Yamuna cortou suas margens e uma muito bela deidade de Sri Gopinatha foi revelada. pela manhã, quando o devoto Paramananda veio até o Yamuna para se banhar, ele encontrou esta excepcional deidade que roubou seu coração! Ele confiou o serviço de Sri Gopinatha a Sri Madhu Pandita. Primeiramente, Sri Gopinatha residia próximo ao Vamsivata, mas após, um magnânimo templo novo foi construído em outro local, e Seu serviço e adoração continuou lá.

Sri Radha Gopinatha: Sri Vraja-Mandala 2016

Sri Radha Gopinatha: Sri Vraja-Mandala 2016

Templo Sri Radha Gopinatha: Sri Vraja-Mandala 2016

Templo Sri Radha Gopinatha: Sri Vraja-Mandala 2016

Sri Radha Gokulananda: Sri Vraja-Mandala 2016

Sri Radha Gokulananda: Sri Vraja-Mandala 2016

 

Fotos do Sri Vraja-mandala Parikrama 2015!

Jay Sri Karika-vrata ki!
Jay Sri Vraja-Mandala Parikrama ki!
Jay! Gaura Premanande! Haribol!!!