O Desaparecimento de Srila Bhaktivedanta Trivikrama Gosvami Maharaja

Não controle ou critique o próximo (1)
4 de fevereiro de 2016
Jaya Jaya Sri Guru- Uma Homenagem a Srila Gurudeva
8 de fevereiro de 2016

O Desaparecimento de Srila Bhaktivedanta Trivikrama Gosvami Maharaja

Dandavat Pranamas! Todas as glórias a Sri Sri Guru e Gauranga! Em 22 de outubro de 2017, celebramos o divino desaparecimento de Srila Bhaktivedanta Trivikrama Gosvami Maharaja e de Srila Vamana Gosvami Maharaja, que junto com Srila Bhaktivedanta Narayana Gosvami Maharaja formam os três pilares da Gaudiya Vedanta Samiti. Esses grandes vaisnavas, junto a Srila Swami Maharaja (Srila Prabhupada) são os mais queridos irmãos espirituais e siksa-gurus de Srila Gurudeva. Em honra a esse grande dia, oferecemos essa linda aula proferida por Srila Narayana Maharaja, em Varsana (Índia), na véspera da partida de Srila Trivikrama Maharaja.

Os Três Pilares da Gaudiya Vedanta Samiti

No meio da tarde de 7 de novembro, logo após a chegada do grupo de Srila Bhaktivedanta Narayana Gosvami Maharaja em Varsana, do colo de Giriraja Govardhana os devotos ouviram a notícia chocante: “Prapujya-carana Sri Srimad Bhaktivedanta Trivikrama Maharaja acabou de deixar este mundo”. Naquela mesma noite, em grande luto, todos os devotos reunidos sob a orientação de Srila Narayana Maharaja e Srila Bhaktivedanta Pariyataka Maharaja, realizaram um Viraha-Mahotsava (festival de separação) em sua homenagem. A seguir, uma transcrição das oferendas de puspanjali (discursos sinceros em glorificação) proferidos por Srila Narayana Maharaja, Srila Pariyataka Maharaja e Sripad Radhanatha dasa brahmacari.

Tridandisvami Sri Srimad Bhaktivedanta Narayana Maharaja
Varsana, Índia: 7 de novembro de 2002 (véspera)

lindo

Eu ofereço minhas humildes reverências aos pés de lótus de meu Gurudeva, Nitya-lila-pravista Om Visnupada Sri Srimad Bhakti Prajnana Kesava Gosvami Maharaja, a todos os Vaisnavas, e Sri Gauranga. Pela misericórdia sem causa de Sri Guru e Gauranga, os primeiros quinze dias de nossa niyama-seva Kartika-vrata transcorreu sem problemas, de forma doce e feliz. Hoje, no entanto, recebemos uma notícia muito triste. No Sri Caitanya-caritamrta, Sri Caitanya Mahaprabhu perguntou a Srila Raya Ramananda:

duhkha-madhye kona duhkha haya gurutara
krsna-bhakta-viraha vina duhkha nahi dekhi

Mahaprabhu perguntou: “De todos os tipos de sofrimento, qual é o mais doloroso?” Sri Ramananda Raya respondeu:
“Além da separação do devoto de Krsna, eu não conheço nenhuma outra infelicidade mais insuportável.” (Madhya-lila, 8.24)

trivikrama e gurudeva.3jpg

Sriman Mahaprabhu perguntou a Sri Raya Ramananda: “Qual é o pior tipo de sofrimento? “Sri Ramananda Raya respondeu: “Vaisnava-viraha.” ‘Para’ significa o maior ou mais elevado. O maior ou mais grave sofrimento é Vaisnava-viraha, a separação dos Vaisnavas puros. Após o desaparecimento de Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati Thakura Prabhupada, meu Gurudeva, Srila Bhakti Prajnana Kesava Gosvami Maharaja, junto com alguns outros, estabeleceu a Gaudiya Vedanta Samiti; e Srila Bhaktivedanta Swami Maharaja (Srila Prabhupada) foi um dos membros fundadores. Gurudeva já tinha recebido sannyasa e estava pregando por um longo tempo, mas agora ele havia estabelecido a nova sede da Gaudiya Vedanta Samiti em Navadvipa e começou a pregar através da Samiti.

Assim como Krsna é bhakta-vatsalya, muito afetuoso com Seus devotos, Sri Guru é sisya-vatsalya, muito afetuoso com seus discípulos. Após algum tempo, alguns dos irmãos espirituais de Guru Maharaja viram seu sisya-vatsalya, que era mais afetuoso que um pai amável poderia ser com um filho. Estes irmãos espirituais não conseguiam conciliar isso, porque antes apenas eles eram o objeto de toda afeição dele. Magoados, a maioria deles deixou Guru Maharaja, e apenas alguns poucos ficaram com ele. Guru Maharaja tinha três pilares da devoção – três sevakas proeminentes. Parama-pujyapada Sri Srimad Bhaktivedanta Vamana Maharaja, Parama-pujyapada Sri Srimad Trivikrama Maharaja e Eu começamos a servi-lo plenamente, com nossas vidas e almas, assumindo nossas vidas em nossas mãos (uma expressão indiana que significa “prontos para arriscar nossa vida”). Desde o início, Pujyapada Vamana Maharaja, Pujyapada Trivikrama Maharaja e Eu fomos feitos os três pilares da Gaudiya Vedanta Samiti por meu Guru Maharaja. Naquele tempo Srila Pariyataka Maharaja não estava conosco, mas juntou-se depois de algum tempo.

Srila Vamana Maharaja, especialmente, servia Srila Guru Maharaja de várias maneiras. Ele era o editor da nossa revista mensal Gaudiya Patrika e muitas outras literaturas. Ele também foi o “escritor” do que Guru Maharaja ditava para suas correspondências, artigos e livros. Mesmo antes de eu me juntar a Matha, quando eu era um oficial da policia e nunca tinha me encontrado pessoalmente com Guru Maharaja, ele escrevia para mim com grande amor e afeição. Ele ditava suas cartas, me chamava de Tiwariji porque eu vim de uma elevada família brâmane de sobrenome Tiwari, e Srila Vamana Maharaja escrevia suas palavras. Então, depois que me juntei e até eu ser iniciado, Pujyapada Vamana Maharaja também me chamava de “Tiwariji”. Srila Vamana Maharaja era como a mãe da Gaudiya Vedanta Samiti. Ele cuidava de todos na Matha e supria quaisquer que fossem as necessidades, como prasada, roupas e assim por diante.

Quanto a Srila Trivikrama Maharaja, ele era muito, muito qualificado. Nosso Guru Maharaja era encarregado das publicações, e colocou Srila Trivikrama Maharaja responsável por organizar toda a pregação e seus serviços, incluído enviar outros pregadores para vários distritos da Bengala. Srila Trivikrama Maharaja pessoalmente coletava e pregava, especialmente no distrito de Bardavan e Guru Maharaja fez um grande acordo de pregação em Midnapura, Chaubis, Parganas, e em outros lugares.

srila gurudeva e trivikrama

Quando ingressei na Matha, Parama-pujyapada Srila Trivikrama Maharaja expressava-me ainda mais afeto familiar do que Srila Vamana Maharaja. Nosso Guru Maharaja me colocou em suas mãos, e nos tornamos muito próximos. Foi Srila Trivikrama Maharaja que me ensinou a praticar kirtana, como pregar, e coletar doações. Às vezes, de uma forma muito carinhosa, ele também me repreendia. Durante todos os anos em que  passei com Guru Maharaja nunca fui repreendido por ele, mas com muito amor e carinho, Srila Trivikrama Maharaja costumava fazê-lo. Tínhamos uma ligação tão estreita que às vezes, nossas discussões eram bem acaloradas. Eu gostava de contrariar os seus argumentos e ele de contrariar os meus, e nosso Guru Maharaja que gentilmente me apoiava, ficando do meu lado. Srila Trivikrama Maharaja costumava pregar por toda a India, e quando ele ia pregar com nosso Guru Maharaja,  eu costumava ir com eles como sevaka de Guru Maharaja. Eu o massageava, cozinhava para ele, lavava suas roupas, levava a lanterna para ele porque não havia eletricidade na época, e realizava muitos outros serviços. Às vezes eu cometia faltas, e nesses momentos Srila Trivikrama Maharaja me protegia. Durante algum tempo, era um procedimento regular que, em cada aldeia, junto com suas palestras, Guru Maharaja apresentava slides que descreviam Caitanya Mahaprabhu e outras grandes personalidades. .Certa vez, esqueci de trazer o projetor de slide, e quando percebi isso fiquei muito ansioso que Gurudeva ficasse chateado comigo. Srila Trivikrama me perguntou o que havia de errado, e quando lhe contei, ele disse: “Não se preocupe. Eu vou resolver o problema. Vou cuidar de tudo para você.” Mais tarde, quando o nosso Guru Maharaja estava pronto para dar sua palestra e apresentar os slides, ele perguntou a Srila Trivikrama Maharaja: “Então, está tudo pronto?” Trivikrama Maharaja respondeu: “Oh, hoje está um dia muito nublado e pode chover. Se você mostrar os slides, o programa vai levar muito tempo. A chuva pode cair e todos deixarão antes que você conclua sua aula.” Guru Maharaja perguntou-lhe: “Então o que devo fazer??” Trivikrama Maharaja respondeu: “Porque apenas não dá a aula?” E Guru Maharaja ficou satisfeito ao fazer isso. Anos mais tarde, Srila Trivikrama Maharaja relembrou-me deste incidente e me perguntou se eu lembrava. Eu disse: “SIM!” E, EXTREMAMENTE FELIZES, ABRAÇAMOS UM AO OUTRO FORTEMENTE!

Guru Maharaja entrou em nitya-lila em outubro de 1968, mas internamente, ele está sempre cuidando de nós e nos incentivando. Externamente, Srila Trivikrama Maharaja aceitou o lugar do meu Gurudeva no sentido de que ele me incentivava em todas as atividades. Quando comecei a pregar no Ocidente, a escrever e traduzir livros lá, eu escrevia para Parama-pujyapada Srila Vamana Maharaja, Srila Trivikrama Maharaja, Srila Pariyataka Maharaja, e outros para me aconselhar – porque eles são pregadores muito qualificados. Srila Trivikrama Maharaja respondia as minhas cartas rapidamente. Ele me incentivava e me inspirava a escrever mais livros e pregar por todo o mundo. Pujyapada Vamana Maharaja era o acarya atual da Gaudiya Vedanta Samiti, e era ocupado com muitas responsabilidades sérias. Ele sempre ficava muito feliz com a minha pregação, mas às vezes ele ficava doente e nem sempre podia responder minhas cartas. Pujyapada Trivikrama Maharaja, por outro lado, geralmente permanecia em um único local, e sempre me respondia sem demora. Eu não sou capaz de esquecê-lo. Considero ambos, Srila Bhaktivedanta Vamana Maharaja e Bhaktivedanta Trivikrama Maharaja serem meus siksa-gurus. Eles me apoiaram, me nutriram, me inspiraram tanto, tanto, que eu não posso expressar meus sentimentos em palavras! Mas o amor parental de Pujyapada Trivikrama Maharaja por mim foi ainda maior do que o de Pujyapada Vamana Maharaja. Nós costumávamos dormir juntos, discutir juntos sobre filosofia, e nos amávamos de muitas maneiras.

uau

Às vezes, nós apresentávamos diferentes ideias, e debatíamos argumentos um com o outro, mas ele me honrava intensamente. Embora oferecesse honra para ele como meu siksa-guru, às vezes, em seus últimos dias, ele costumava me oferecer sastang  pranama (reverências prostradas). Ele costumava até mesmo oferecer pranamas para minhas sandálias quando eu não estava presente diante dele. Ninguém mais poderia ter feito algo assim; ele era tão educado e humilde. Ele era um Vaisnava sênior em todos aspectos e ele poderia ajudar o mundo inteiro, mas ele costumava me escrever:  “Nós não podemos oferecer os serviços que você está realizando para Gurudeva, então eu especialmente te abençoo e te glorifico. Possa você pregar por um longo tempo. Possa você escrever e publicar muitos livros “.

Perdemos um dos pilares da Gaudiya Vedanta Samiti, hoje, mas sinto algum alívio em saber que ele partiu durante este mês de Kartika, durante niyama-seva-vrata, e que ele estava em Navadvipa Dhama. Além disso, ele partiu no momento de amrta-yoga, um momento auspicioso do dia de acordo com o movimento do sol e da lua, e era também Tritiya-tithi, um dos dias mais auspiciosos do mês. Ele nos inspirou a observar Annakuta Mahotsava, Dipavali e Vhatri-dvitiya (Yamaraja e Yamuna devi são irmãos. Yamuna devi estava chateado com tantas almas condicionadas que estavam sendo punidas por seu irmão e enviada-as para o inferno. Desejando ajudar aquelas almas, ela lhe disse: “Quero que as pessoas tenham a oportunidade de se tornar livres de suas punições.” Yamaraja respondeu:  “Então, estou dando uma benção para que qualquer um que se banhe em suas águas no dia auspicioso de Vhatri-dvitiya, tal pessoa será liberada das reações pecaminosas.”)  Internamente, no meu coração, Srila Trivikrama Maharaja me disse que ele iria deixaria este mundo depois de observar esses festivais; isso foi algo maravilhoso! Caso contrário, se ele houvesse partido antes, teríamos ficado absortos em pensamentos e atividades relacionadas a ele, e não teríamos sido capazes de observar adequadamente aquelas importantes funções sagradas.

Agora, como representante de todos vocês, eu estou oferecendo meu mais sincero puspanjali a seus pés de lótus. Eu acredito que o samadhi dele esteja sendo feito hoje. Onde ele está agora? Estará ele em Navadvipa Dhama ou Vraja Dhama? Ele sempre foi especialmente inclinado para Mahaprabhu em Navadvipa Dhama, e, portanto, eu acho que ele está lá. Eu oro por todos nós, para que ele seja muito misericordioso comigo e com todos vocês, e que ele nos inspire e nos abençoe para que possamos tentar servir Gurudeva e fazer bhajana como ele fez.

trivikram

Parama-pujyapada Trivikrama Maharaja Ki! Jay!
Tirobhava Mahotsava de Srila Pujyapada Trivikrama Maharaja ki! Jay!
Gaura Premanande! Haribol!!!

Retirado do site Pure Bhakti