Visvarupa Mahotsava e a Cerimônia de Sannyasa de Srila Bhaktivedanta Swami Prabhupada

As Glórias de Srila Haridasa Thakura
16 de setembro de 2016
Calendário Vaisnava- Setembro 2016
21 de setembro de 2016

Visvarupa Mahotsava e a Cerimônia de Sannyasa de Srila Bhaktivedanta Swami Prabhupada

Dandavat Pranamas! Em 2016, 16 de setembro, comemora-se Visvarupa Mahotsava e a Cerimônia de Sannyasa de Tridandisvāmī Srila Bhaktivedānta Swami Prabhupada (1959) e de Srila Bhakti Prajnana Kesava Gosvami Maharaja (1940), além de ser o início do terceiro mês de Caturmasya-vrata, no qual é introduzido o jejum de leite (dentre outros alimentos já iniciados, favor checar em Calendário Vaisnava). Em honra a essa importante data, oferecemos essa palestra falada por Srila Bhaktivedanta Narayana Gosvami Maharaja, na Sri Kesavaji Gaudiya Matha, Mathura, em 13 de setembro 2000.

Cerimônia de Sannyasa de Srila Bhaktivedanta Swami Prabhupada.

Cerimônia de Sannyasa de Srila Bhaktivedanta Swami Prabhupada.

Caturmasya-vrata

Hoje é um dia muito sagrado em nossa linha de sucessão discipular. Sri Caitanya Mahaprabhu recebu sannyasa e começava a procurar por seu irmão, Sri Visvarupa. Durante sua busca, Ele descobriu que neste dia, Seu irmão tinha passado por Pandarapura, e lá desapareceu deste mundo, tendo sido colocado em samadhi às margens do rio Bhima. Então, embora Mahaprabhu estivesse observando Caturmasya-vrata muito estritamente por quatro meses, ele raspou o cabelo neste dia. Antes desse ano, ele nunca tinha raspado o cabelo durante estes quatro meses, nem havia cortado suas unhas. Ele observava todas as regras e regulamentos do voto de Caturmasya.

Existem muitos itens que não são permitidos durante Caturmasya, tais como vegetais de folhas no primeiro mês, iogurte no segundo mês, leite no terceiro mês, e óleo de mostarda no mês a seguir. Além disso, ao longo de todos os quatro meses, são proibidos tomates, beringelas, e outros alimentos. Sri Caitanya Mahaprabhu seguia todas essas regras de forma muito rigorosa, mas hoje em dia vemos que os devotos não seguem. Nosso Guru Maharaja, Srila Bhakti Prajnana Kesava Gosvami Maharaja e Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati Thakura Prabhupada eram muito fortes em relação a isso. Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati Thakura Prabhupada disse: “Tire minha foto durante os quatro meses de Caturmasya-vrata para mostrar que eu nunca fiz minha barba nesse período. Guarde-a sempre. Caso contrário, muitos chamados discípulos dirão: ‘Oh, Prabhupada jamais observava Caturmasya -vrata ‘. “

Parama-pujyapada Srila Bhaktivedanta Swami Maharaja (Srila Prabhupada) abriu concessões nos países ocidentais, e essa é a única razão pela qual ele também fazia a barba. Os Ocidentais não podiam seguir rigorosamente naquele momento. É por isso que ele permitia alimentos como tomate e berinjela, e é por isso também que ele os ingeria. E é por essa razão que ele também permitia cenouras. Por isso, também estou abrindo concessões, não aqui na Índia, mas nos países Ocidentais. Se os devotos de lá quiserem, eles podem ingerir esses alimentos, mas nós não. Devemos seguir estritamente nossa própria linha, que vai de Mahaprabhu a Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati Thakura Prabhupada e meu diksa e siksa-gurus. Nos países Ocidentais deve ser dada alguma concessão, mas aqui na Índia nós somos muito rigorosos. Se não podemos seguir esse voto, então como seremos capazes de seguir Krsna, e como poderemos servir Radha Krsna? Mahaprabhu fez sua barba – após dois meses – e nós O seguimos.

Recebendo Sannyasa

250px-Swami_PrabhupadaDepois de receber iniciação, Sri Srimad Bhaktivedanta Swami Maharaja, Srila Prabhupada, que em sua juventude era conhecido como Abhaya Carana, tornou-se Abhaya Carana dasa Adhikari. Após algum tempo, empobreceu, em seguida chegando aqui na Sri Kesavaji Gaudiya Matha, cerca de um mês antes deste dia. Eu lhe pedi: “Não fique em nenhum outro lugar. Você é meu siksa-guru, você é amigo do meu guru, e você é um devoto muito sênior de Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati Thakura Prabhupada. Eu lhe conheço desde 1946.” Ele aceitou e disse,”eu ficarei aqui.”

Havia dois quartos. Eu estava em um quarto, e pedi a ele que ficasse no outro próximo ao meu. Quando o outro quarto no templo foi feito, eu fui para lá e pedi-lhe  que se mudasse para o quarto oposto aquele. Ele permaneceu lá, e escrevia durante toda a noite.

Ele publicaria uma revista a partir de então. Foi a partir daí que ele estabeleceu a ‘Liga dos Devotos’, que mais tarde chamou de ‘Sociedade Internacional para a Consciência de Krsna.’  Ele publicou os três primeiros volumes do Srimad-Bhagavatam em Delhi e os apresentou para mim. Eu editava o seu Hindi na revista Bhagavata Darsana, e ele também continuava a publicar a revista enquanto estava em Jhansi.

Enquanto permaneceu aqui, eu lhe pedi: “Você é tão qualificado, e Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati Thakura Prabhupada queria tanto que você pregasse, especialmente em Inglês, e fosse para os países ocidentais. Você serviu a ele escrevendo tantos artigos na Harmonist e em outras revistas . Você é muito qualificado. Por que não tenta seguir a ordem do seu Gurudeva e aceita o voto de sannyasa? ” Ele respondeu: “Oh, eu costumava temer isso quando meu Prabhupada (Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati) me deu iniciação. Comecei a ler o Srimad-Bhagavatam, e lá, vi um sloka:

sri-bhagavan uvaca
yasyaham anugrhnami
harisye tad-dhanam sanaih
tato ‘dhanam tyajanty asya
svajana duhkha-duhkhitam
(Srimad-Bhagavatam 10.88.8)

“A Suprema Personalidade de Deus disse: Se eu favorecer alguém em especial,  gradualmente irei privá-lo de sua riqueza. Assim, parentes e amigos deste pobre homem o abandonarão. Desta forma, ele sofrerá repetidos padecimentos.”

‘Aqueles a quem aceito, farei mendigos de rua.’ Então, eu temia que este fosse o meu destino e pensava: “Tenho uma boa família – minha esposa, meus filhos e filhas. O que será deles? Agora eu sou muito rico, mas se isso acontecer, o que será deles?”

Um ou dois meses depois de receber iniciação, ele tornou-se o gerente do Bengal Chemical. Mais tarde, abandonou esse cargo e veio para Allahabad, onde começou seu próprio negócio chamado Prayaga Chemical.

Esse negócio faliu. Então ele iniciou uma grande loja de remédios, e após um ano ela também faliu. Então, começou a oferecer remédios como representante comercial. Isso faliu também, e ele tornou-se pobre como um mendigo.

Em seguida, veio aqui para Mathura para vender seus medicamentos, e nesse meio tempo eu lhe questionava: “O que você está fazendo? Você não veio a este mundo para vender remédios. Você é um representante de Krsna e Mahaprabhu. Você deve se lembrar quem você é, e aceitar sannyasa. Você é um amigo de meu Gurudeva- um amigo do peito! Ele está prestes a chegar em cerca de quatro ou cinco dias, por isso, esteja preparado para receber sannyasa.” Muni Maharaja estava aqui, e naquela época ele tinha cerca de noventa e cinco anos de idade. Ele disse a Srila Bhaktivedanta Swami Maharaja (Srila Prabhupada), “Se você receber a ordem renunciada, então eu receberei com você.” Desta forma, ele lhe inspirou muito.

Em breve nosso Gurudeva veio e eu lhe disse: “Por que você não o convence? Ele não pode desobedecê-lo. Ele é seu amigo do peito. Você deve insistir para que ele receba a ordem de sannyasa.” Então, um dia, Gurudeva e Srila Bhaktivedanta Swami Maharaja estavam sentados no quarto de Gurudeva, brincando entre si e conversando. Eu fui lá e pedi ao meu Gurudeva, “Por que você não diz a ele para aceitar sannyasa?” Meu Gurudeva disse, “Oh, agora é o melhor momento para receber a ordem de sannyasa. Você não deve temer. O que era para ser feito já foi feito. Sua esposa lhe deixou, seus filhos lhe deixaram, e todos o abandonaram. Sua riqueza desapareceu e agora você é como um mendigo de rua.”

Ele se preparou e recebeu sannyasa onde você está sentado, no meio da sala, em frente as deidades. Sua própria deidade, Mahaprabhu, está aqui também com Radha Krsna, a Deidade de Jhansi.

Eu fui o sacerdote de sua cerimônia. Preparei sua danda, uttariya (roupa superior de sannyasi ) e todos os outros itens, ensinando-lhe a usá-los. Embora fosse muito mais velho que eu e meu siksa-guru, eu também me tornei seu siksa-guru neste assunto-  como receber sannyasa e como usar todos esses apetrechos.

O kirtana foi realizado por Srila Krsna dasa Babaji Maharaja e Sesasayi Prabhu, e tantos outros estavam cantando: “Hare Krisna, Hare Krisna, Krisna Krisna, Hare Hare, Hare Rama, Hare Rama, Rama Rama, Hare Hare.” Durante a cerimônia, kirtana estava sendo realizado. Krsna dasa Babaji Maharaja realizou continuamente kirtana.

Depois disso, Srila Bhaktivedanta Swami Prabhupada começou a pregar em Agra, em seguida, ele foi para Delhi, e então veio para o templo Sri Radha Damodara, em Vrindavana. Com a finalidade de receber a benção de Srila Rupa Gosvami, permaneceu bem perto dele. Naquele momento, ele não tinha um tostão. Eu ia lá e dava meu chadar para que se sentasse. Ele não possuía cama e praticamente nenhum outro bem, era muito simples. De alguma forma fazia chapatis, os abrindo com o rolo, e eu os colocava no fogo e cozinhava com ghee.

Ele sabia como fazer belas e saborosas preparações. Através de suas cartas, vim a saber que ele próprio cozinhava e ensinava as pessoas a cozinhar deliciosos pratos. Ele me escrevia de Nova York: ‘Por favor, manda os doces de pera de Mathura- não menos que dez quilos!

Especialmente vocês, devotos seniores, devem se lembrar dos seus passatempos. De como ele era uma personalidade tão forte, pregou por todo o mundo em alguns anos, estabeleceu tantos centros de pregação, escreveu e publicou uma variedade de livros em muitas línguas. Ele fez parikrama no mundo inteiro, cerca de doze vezes, e agora ele está me ordenando, “Você deve fazer isso mais vezes do que eu fiz.” Ele é quem está providenciando tudo, e está sempre me chamando, “Você fez isso por dez vezes, e agora você deve completar pelo menos quinze vezes.”

Às vezes, o guru quer fazer seus discípulos parecerem maiores do que ele mesmo. Assim, ele fica muito feliz, e diz: “Meu discípulo está pregando tanto e em muitos locais.” Ele é como um pai. Quando Maharaja Dasaratha ouviu que Ramacandra era muito forte e poderia derrotar o mundo inteiro, ele ficou muito feliz. Quando Nanda Maharaja soube que seu filho Krsna ergueu a colina de Govardhana por sete dias sobre Seu dedo mindinho da mão esquerda, ele ficou radiante e disse: ‘Oh, como meu filho é vitorioso!’ Um guru torna-se imensamente feliz se os seus discípulos são qualificados. Meu Gurudeva também ficará muito feliz se eu for a vários lugares. Ele derramará sua misericórdia sobre mim, e Srila Bhaktivedanta Swami Maharaja também.”

Nesta reunião, seus queridos discípulos seniores falarão algo em sua glorificação, e então oferecerão puspanjali (adoração) sobre seus pés de lótus. Depois disso, faremos arcana.

Jay Srila Bhakti Prajnana Kesava Gosvami Maharaja ki! Jay!
Jay Srila Bhaktivedanta Swami Prabhupada ki! Jay!
Jay Sri Caturmasya-vrata ki! Jay!!!