O Desaparecimento de Srila Raghunatha dasa Gosvami

As Glórias de Srila Madhvacarya
19 de outubro de 2018
As Glórias de Srila Krishna dasa Kaviraja Gosvami
22 de outubro de 2018

O Desaparecimento de Srila Raghunatha dasa Gosvami

Dandavat Pranamas! Dia 21 de outubro de 2018 é um data muito auspiciosa. É o dia do desaparecimento de Srila Raghunatha dasa Gosvami, Srila Raghunatha Bhatta Gosvami e Srila Krsnadasa Kaviraja Gosvami. Nós oramos a eles e os glorificamos para que possam nos abençoar em consciência de Krishna. Para esse fim, por favor, aceitem alguns trechos da palestra proferida por Sri Srimad Bhaktivedanta Narayana Gosvami Maharaja em Hindi, que posteriormente foi traduzida por Prema-vilasa dasa e publicada no livro Sri Prabandhavali.

 

Srila Raghunatha dasa Gosvami é um associado eterno de Sri Caitanya Mahaprabhu e também de Krishna, mas nos passatempos de Mahaprabhu, ele demonstrou sadhana-bhajana (prática espiritual e absorção no Senhor) para conquistar os elevados estágios devocionais de bhava (sentimentos transcendentais) e prema (amor puro). Se um sadhaka deseja sinceramente praticar bhajana para alcançar a associação direta do Senhor Supremo rápido – talvez em apenas um ou dois nascimentos – então ele deve praticar bhajana exatamente como Raghunatha dasa Gosvami fez.

Mas praticar esse tipo de bhajana é muitíssimo difícil. A forma como ele deixou sua casa e família, como praticou seu bhajana de forma tão estrita, como em seus últimos dias ficou sem comer e beber e apenas chorou dia e noite em separação divina – tudo isso seria muito difícil para nós, mas para quem realmente deseja prema, não é algo tão difícil.

Este mundo é um reflexo do mundo espiritual, porém existe alguma semelhança entre eles. Se virmos que este mundo é um lugar de instrução e não um lugar de prazer, seremos beneficiados. Mas somente aqueles que aceitaram abrigo sincero aos pés de lótus de um guru fidedigno receberão tais instruções, nem todos poderão recebe-las.

Dattatreya compreendeu que este mundo é um lugar de instrução e, portanto, ele aceitou vinte e quatro gurus. Quando pudermos entender completamente os vinte e quatro gurus que foram mencionados, veremos que o mundo inteiro é nosso guru. Por que foi dito que existem vinte e quatro gurus? Porque não há nada em toda a existência do qual não possamos receber alguma instrução. Para uma pessoa inteligente, todos os objetos do mundo darão algum tipo de instrução.

Pode-se argumentar que o mundo é uma prisão cheia de misérias ilimitadas.

tavad ragadayah stenas
tavat kara-grham grham
tavan moho ‘nghri-nigado
yavat krsna na te janah

“Para aqueles que não são devotos de Sri Krishna, a perplexidade do apego material serve como algemas que os prendem a prisão de maya (energia ilusória).” (Srimad-Bhagavatam 10.14.36)

Mas o mundo material não será uma prisão para aqueles que não são enfeitiçados por ele. Aqui neste verso, a palavra “raga” significa “apego material, que é como um ladrão e é a causa de nossa escravidão”. Se esse apego for removido, a liberação será alcançada. A este respeito, Mahaprabhu disse a Srila Raghunatha dasa Gosvami:

sthira hana ghare yao, na hao vatula
krame krame paya loka bhava-sindhu-kula

“Por enquanto, volte para casa e permaneça na vida de chefe de família. Não se comporte de forma irracional. Ao final, você será capaz de atravessar o oceano da existência material”. (Caitanya-caritamrta, Madhya-lila 16.237)

Se o Senhor Supremo pudesse ser conquistado simplesmente por sair de casa, então muitas pessoas deixariam suas casas porque não se relacionam bem com outros membros da família, ou por causa da pobreza ou algum outro motivo semelhante. Mas eles alcançariam a associação do Senhor Supremo simplesmente mudando de lugar? Deus não é alcançado por renunciar o lar e a família apenas. Especialmente, se alguém deixa sua casa e família em um estágio imaturo, isso será muito prejudicial para seu bem-estar, e sua condição pode se tornar ainda pior do que a de um materialista comum.

O Senhor Supremo é conquistado somente quando alguém abandona os apegos materiais e pratica bhajana de verdade. Portanto, Mahaprabhu disse a Raghunatha dasa Gosvami: “Por enquanto, volte para casa e seja paciente, e quando chegar a hora certa, automaticamente você renunciará a tudo”. Não há nada no mundo material que seja essencialmente ruim, mas trata-se apenas de uma questão de sua utilização adequada ou inadequada.

antare nistha kara, bahye loka-vyavahara
acirat krsna tomaya karibe uddhara

“Externamente, você deve se comportar de uma maneira comum com seus familiares, mas internamente você deve ter nistha (fé firme no Senhor). Então Krishna o libertará muito em breve.” (Caitanya-caritamrta, Madhya-lila 16.239)

Obter tal fé é algo fácil? O que é nistha? Resolução firme e imutável. Quando há confiança convicta de que tudo o que é dito pelo guru, Vaisnava e sastra está correto, isso é chamado sraddha (fé). Quando esta sraddha se torna firme, é chamada nistha. “Posso desistir da minha vida, mas nunca abandonarei meu bhajana (prática espiritual em absorção no Senhor) realizado para o Senhor Supremo. Se vivo em casa ou em qualquer lugar, sempre me dedico a praticar bhajana” –  tal resolução é chamada nistha.

Honrando essa instrução de Mahaprabhu, Raghunatha dasa voltou para casa e começou a praticar harinama (cantar dos Santos Nomes de Deus), estudar as escrituras e ao mesmo tempo cuidava de todos os seus deveres mundanos. Por fim, sua nistha intensificou cada vez mais, e depois de alcançar a misericórdia de Nityananda Prabhu, ele conseguiu deixar sua casa permanentemente. Ele tentou sair antes e não teve sucesso, mas Sri Krishna, o Senhor Supremo, podia ver o desejo dentro dele e, portanto, fez o arranjo para que ele partisse.

Quando Sri Krsna vê que há um desejo sincero em nós, Ele faz todos os preparativos para que venhamos a Ele. Caso contrário, se tentarmos fazer os arranjos necessários, não seremos capazes de entrar no bhajana propriamente dito e, eventualmente, cairemos. Portanto, Krsna faz o arranjo para nós, assim como vemos que Ele fez por Gopa-kumara no Sri Brhad-bhagavatamrta. Em forma de guru no âmago do coração (siksa-guru), Ele vê o que é necessário e envia o diksa-guru (mestre iniciador) e o siksa-guru (mestre instrutor) para nós.

Todas as glórias a Raghunatha dasa Gosvami!

Retirado do site Pure Bhakti