Odana-sasthi

Calendário Vaisnava – Dezembro de 2018
3 de dezembro de 2018
Sri Gita-Jayanti: O Aniversário da Bhagavad-gita
18 de dezembro de 2018

Odana-sasthi

Hoje é o festival de Oḍana-ṣaṣṭhī. Este tithi (dia lunar) marca o início das oferendas de roupas quentes de inverno a Jagannātha-deva. Independe de quando o tempo realmente fica frio, é oferecido a Jagannātha um agasalho somente a partir deste dia, mesmo que o inverno comece antes deste tithi. Em Vasanta Pañcamī, esta oferenda será interrompida mesmo que o tempo frio continue.

Senhor Jagannatha

 

NOSSO SERVIÇO É BASEADO EM AMOR

 
Serviço é de dois tipos: um é baseado em nīti (regras) e o outro é baseado em prīti (afeição). Certa vez, em nossa maṭha, oferecemos roupas de inverno para Jagannātha, Baladeva e Subhadrā antes de Oḍana-ṣaṣṭhī. Um cavalheiro perguntou: “Por que você ofereceu roupas de inverno antes de Oḍana-ṣaṣṭhī?” Perguntei: “Por que você está vestindo um casaco quente hoje? Porque o tempo está frio, não é? Nosso serviço é baseado em amor e seu serviço é baseado em regras. Então, se o tempo ficar frio, oferecemos roupas de inverno para as nossas Deidades ”. Hoje, li que em Punjab a temperatura chegou a quase 5 graus. Como não podemos oferecer roupas de inverno para as deidades de lá? Essa perspectiva de serviço é chamada ātma-vat sevā. Se sinto frio, o Senhor também deve estar com frio.
 
Srila Bhakti Vijnana Bharati Gosvami Maharaja.
……………………………………………………………
 
“No início do inverno, há uma cerimônia conhecida como Odana-sasthi. Esta cerimônia indica que a partir daquele dia, um agasalho de inverno deve ser dado ao Senhor Jagannatha.”- (Sri Caitanya Caritamrta, Madhya-lila16.79)
 
“Certa vez, Srila Pundarika Vidyanidhi e Srila Svarupa Damodara foram até Jagannatha Puri ver o festival de odana-sasthi. Neste dia, é oferecido um novo agasalho ao Senhor, e a partir de então, roupas de inverno devem ser oferecidas ao Senhor . Um agasalho comprado diretamente de um tecelão foi oferecido ao Senhor e não foi lavado para remover a goma antes de ser oferecido. De acordo com as injunções escriturais a serem seguidas ao adorar as deidades, o tecido comprado deve primeiro ser lavado e então ele pode ser usado para cobrir o Senhor.
 
Vendo isso, Pundarika Vidyanidhi ficou muito zangado. Falando com Srila Svarupa Damodara, Srila Pundarika Vidyanidhi criticou o comportamento dos servos do Senhor Jagannatha, perguntando por que eles ofereceriam roupas engomadas ao Senhor. Svarupa Damodara tentou pacificar Pundarika Vidyanidhi com palavras gentis, dizendo que era simplesmente como isso era feito, e certamente, se o Senhor não estivesse satisfeito, Ele teria interrompido. As características do Senhor Supremo estão além da jurisdição da etiqueta mundana. Pundarika Vidyanidhi ainda não estava satisfeito.
 
Naquela noite, o Senhor Jagannatha e o Senhor Baladeva foram até Pundarika Vidyanidhi em seu sonho e começaram a bater nele, castigando-o por criticar Seus servos e o modo como eles adoravam o Senhor. Esse castigo durou quarenta e oito minutos. Depois que Pundarika Vidyanidhi implorou por seu perdão, os senhores misericordiosamente olharam para Pundarika e voltaram para o templo. Ao acordar, Pundarika sentiu que seu rosto estava inchado e tinha as marcas da mão dos Senhores. Ele entendeu que isso era a misericórdia pura do Senhor e, assim, ao ver seu rosto inchado, riu com grande alegria.
 
Ninguém pode entender as glórias dos servos do Senhor. Apenas Krishna conhece o apego deles por Ele. Às vezes, Krsna confunde o devoto e, depois, sentindo compaixão por ele, destrói sua ilusão ”.