Sri Gaura Purnima

As Glórias Especiais de Sri Navadvipa Dhama
15 de março de 2019
Calendário Vaisnava – Abril de 2019
31 de março de 2019

Dandavat Pranamas! Hoje é o auspicioso dia de Gaura Purnima, o aparecimento transcendental de Sri Caitanya Mahaprabhu, que é o próprio Sri Krishna com o humor e a tez de Srimati Radharani! Essa é também a auspiciosa ocasião do nosso ano novo Vaisnava. A seguir, um trecho do livro “Sri Caitanya Mahaprabhu, A Original Forma de Deus”, de Srila Gurudeva Bhaktivedanta Narayana Gosvami Maharaja.

Hoje também observamos jejum de Ekadasi, ver maiores detalhes em Calendário Vaisnava

Sri Caitanya Mahaprabhu

Uma Breve Biografia de Sriman Mahaprabhu

O Supremo Senhor , Svayam Bhagavan Sri Caitanya Mahaprabhu, apareceu na Bengala nas margens do rio Bhagirathi (Ganges), no qual a agua é completamente pura e trasncedental. Esse evento aconteceu sábado a noite, no ano de 1486 A.D, de acordo com o calendário Cristão e no ano de 1542 de acordo com o calendário Hindu. Ele apareceu no mês lunar de Phalguni ( fevereiro/março) em Sri Mayapura dentro da sagrada morada de Sri Navadvipa dhama, no distrito de Nadiya. Estava acontecendo um eclipse lunar na hora do seu nascimento e toda a cidade ecoava o doce som do cantar congregacional dos Santos Nomes ( harinama-sankirtana).

Seu pai era o erudito Sri Jagannatha Misra e Sua mãe Srimati Saci-devi. Seu avó maternal, Sri Nilambara Cakravati era uma astrólogo famoso. Após analisar o mapa astrológico do Seu nascimento, concluiu que aquele menino apresentava todos os sinais de uma personalidade extraordinária (maha-purusa) e que possuía todo o poder para manter todo o universo. Dessa forma deu o nome a criança de Visvambhara. Os familiares e vizinhos do recém nascido de forma amorosa o chamavam de Gourasundara, Gouranga, Gourahari e Sri Sacinandana, mas durante sua infância era conhecido geralmente como Nimai.

Sri Caitanya Mahaprabhu inundou as terras de Gauda (Bengala) com imensa bem-aventurança: ele fez isso em sua infância, com seu comportamento inquieto e seus passatempos supra-humanos e completamente impressionantes; na adolescência, com sua encantadora vida de estudante; e em Sua juventude, após casar-se de acordo com as injunções dadas pelas escrituras, através da sua vida exemplar e pregação de tópicos acerca de Bhakti (devoção pelo Supremo).

Subsequentemente, visitou o local sagrado chamado Gaya, onde recebeu iniciação das dez silabas do gopal- mantra de Sri Isvara Puri que era discípulo de Sri Madhavendra Puri da Sri Brahma-Madhava sampradaya.

Dessa forma Ele mostrou as almas desse mundo a real necessidade de aceitar abrigo aos pés de lótus de um mestre espiritual genuíno, que possua as qualidades reveladas nas escrituras. Ao retornar de Gaya cantando os Santos Nomes de Sri Hari junto aos devotos como um rio de Bhakti, inundou a terra de Gauda com um dilúvio de amor puro por Deus.

Com 24 anos, Sri Gauranga aceitou a ordem de vida renunciada, sannyasa de Sri Kesava Bharati.Viajou após pela India por 6 anos, distribuindo o presente de Prema através do cantar dos Santos nomes a milhares de seres vivos fazendo assim suas vidas bem sucedidas. Visitou também Sri Vrindavana e após ficou 18 anos continuamente em Sri Jaganatha Puri, submergindo a India sob as torrentes de krsna-prema (amor por Krishna).

Além disso no coração de seus eternos associados com Sri Svarupa Damodara, Sri Ray Ramananda, Sri Prabodhananda sarasvati, Sri Rupa, Sri Sanatana, Sri Raghunatha das, Sri Ragunatha Bhatta, Sri Gopala Bhatta, Sri Jiva e Sri Kavi Karnapura, investiu seu próprio poder divino. Através desses associados os quais foram nutridos pela imaculada bhakti rasa (doçuras transcendentais) do Senhor, foram manifestando extensa literatura.

Sri Gauranga deva educou as jivas qualificadas em bhakti através da composição do Sri Siksastaka, uma coleção de instruções que apresenta toda conclusão filosófica a respeito de bhakti. Ele frequentemente saboreava o néctar do Sri Siksastaka, seu profundo significado na companhia de Sri Svarupa Damodara e Sri Raya Ramananda, seus associados íntimos. Esse assunto é discutido no Sri Caitanya –caritamrta e em outras escrituras.

Por um lado, Svayam Bhgavan Sri Gauranga instruiu respeitosos grhasthas (chefes de família) através de sua vida exemplar repleta de Bhakti (devoção) como um chefe de família, e por outro, estabeleceu o exemplo perfeito para todos aceitando a ordem de vida renunciada, através de seus passatempos perfeitos com um sannyasa (renunciado) onde saboreou plenamente a mais elevada Bhakti rasa (doçuras transcendentais).

O Sri Caitanya-caritamrta e outras escrituras autênticas descrevem em detalhes alguns dos incríveis passatempos supra-humanos de Sri Caitanya Mahaprabhu, os quais indicam sua posição como Svayam Bhagavan.

Jay Sri Caitanya Mahaprabhu!
Gaura Premanande!
Haribol!!!

Texto tirado do livro Sri Caitanya Mahaprabhu the original form of Godhead, an anthology of escriptural evidence, compilado por Sri Srimad Bhaktivedanta Narayna Maharaja